Marketing para igrejas

marketing para igrejas


Marketing para igrejas é lícito? 

A igreja primitiva nunca publicou um folder, nunca fez uma campanha publicitária em qualquer mídia, ou nunca contratou os serviços de uma agência publicitária. Porém, a bíblia diz que a igreja praticava ações que resultavam no crescimento e algumas das tais ações praticadas no passado, é o que hoje chamaríamos de marketing.


Vejamos:



Muitos, porém, dos que ouviram a palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil. 

(Atos 4:4) 
E crescia a palavra de Deus, e em Jerusalém se multiplicava muito o número dos discípulos, e grande parte dos sacerdotes obedecia à fé. 
(Atos 6:7) 

Para que muitos ouvissem, alguns precisaram pregar. Para que a palavra crescesse, alguns precisaram ensiná-la.

Os apóstolos se levantaram e proclamaram a palavra para todo aquele que a pudesse ouvir. A oratória era uma ferramenta poderosa no marketing daquela época.


E mais...

Os crentes dispersos com a perseguição da igreja, anunciavam a palavra por onde iam.


Mas os que andavam dispersos iam por toda a parte, 
anunciando a palavra
(Atos 8:4) 


O método mais antigo e eficaz de se fazer propaganda, o “boca a boca” ajudou a igreja a espalhar as boas novas pelo mundo:



Porque por vós soou a palavra do Senhor, não somente na macedônia e Acaia, mas também em todos os lugares a vossa fé para com Deus se espalhou, de tal maneira que já dela não temos necessidade de falar coisa alguma. 
(1 Tessalonicenses 1:8) 



O que vemos no novo testamento é a igreja utilizando os meios disponíveis da época para divulgar as boas novas da salvação.

Os próprios evangelhos e cartas do Novo Testamento também foram utilizados como instrumentos de marketing e propaganda para alcançar as pessoas que não haviam sido testemunhas oculares do que havia ocorrido com Jesus Cristo, e assim segue fazendo nos dias de hoje.


Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, 

Segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, 

Pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio; 

Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado. 

(Lucas 1:1-4) 



Sabemos que o evangelho foi pregado em todo o mundo conhecido da época, se os apóstolos tivessem que ensinar o evangelho da salvação hoje, que meios utilizariam para alcançar todo o mundo conhecido do século XXI?

Os meios de divulgação do evangelho não seriam ferramentas de marketing? Utilizado, claro, com todo o respeito e ética para com o público alvo e, principalmente, para com o Espírito Santo?

O velho hábito de entregar panfletos nas ruas é uma estratégia de marketing adaptada para ajudar a igreja em sua missão de evangelizar os povos. Pense nisso!


  Marketing digital para igrejas


Marketing digital para igrejas

Como igreja queremos alcançar o maior número de pessoas possível, o que é natural, pois temos uma missão: pregar o evangelho a toda criatura (Marcos 16:15). Mas, para isso é necessário entendermos onde está a atenção dessa geração.

Como bom observador, você já deve ter percebido que não importa onde as pessoas estejam, escola, parada de ônibus, hospital, restaurante e até mesmo na igreja, estão sempre de olho no celular. Essa é uma geração conectada que supervaloriza as experiências vividas e compartilhadas pelas redes sociais, e é aí que está a atenção das pessoas.

Sair às ruas e entregar panfletos é maravilhoso, mas a verdade é que as pessoas não querem mais parar, olhar nos olhos do evangelista, ouvir a mensagem ou simplesmente ler o que está escrito em um panfleto. As pessoas querem algo mais dinâmico e algo que possa ser compartilhado através das redes sociais.

Talvez você ou sua igreja tenha alguma resistência ao termo “marketing digital para igrejas”, mas o fato é que os tempos mudaram, os hábitos mudaram, e a igreja precisa acompanhar essas mudanças para alcançar cada vez mais vidas.

A presença da sua igreja nas redes sociais com um marketing bem trabalhado pode alcançar mais pessoas que você sequer pensou em fazê-lo dentro da sua comunidade.



As vantagens do Marketing digital para igrejas
São muitas as vantagens de se ter presença no meio digital, entre elas:

1. Estar onde a atenção das pessoas está.

2. Alcançar o maior número de pessoas possível.

3. Divulgar eventos.

4. Atrair visitantes.

5. Criar uma atmosfera de crescimento na igreja.

6. É gratuito!




Montando a estratégia de marketing digital para igrejas

Redes sociais


As principais redes sociais são: Facebook, Instagram, Blog, Youtube e Whatsapp.

Um perfil no Instagram, Facebook, um blog ou um canal no youtube pode ser uma excelente estratégia de evangelismo.

Manter um perfil, blog ou canal não é tão simples, demanda tempo para produção de conteúdo de qualidade, por isso não inicie em todas redes, escolha duas, um perfil e um blog ou um perfil e um canal. Quando sua equipe estiver preparada, avance para alcançar as outras mídias sociais.



Equipe ministerial

Tenha uma equipe com pelo menos 3 pessoas responsáveis pela presença da igreja nas redes sociais. A equipe deve ter escritores, editores, designers e pessoas com conhecimento básico de informática e mídias sociais.



Como em toda e qualquer estratégia, ore e peça a intervenção divina para todas as suas ações.



Conteúdo


Faça um planejamento semanal das postagens com hora e tipo de conteúdo a ser postado.



O que postar?

Facebook e Instagram

1. Fotos dos cultos, eventos e irmãos.

2. Imagens com textos bíblicos.

3. Vídeos com mensagens do pastor e liderança.

4. Transmissão ao vivo dos cultos.

5. Agenda de eventos

6. Comunicados

Etc.

Sempre que possível impulsione uma pregação ou mensagem no facebook e/ou instagram, você pode mostra-la especificamente para as pessoas que vivem em seu bairro. As duas redes sociais permitem a configuração de anúncios por delimitação de CEP, e assim, se você tiver uma mensagem especial para a comunidade, faça um anúncio e configure para que apenas o bairro ou cidade onde a igreja está localizada visualize sua mensagem.



Youtube

1. Vídeos (pregações e mensagens específicas feitas pelo pastor ou líderes de departamentos).

2. Transmissão ao vivo dos cultos e eventos.



Blog

O conteúdo principal do blog é o artigo (estudo bíblico), mas atualizações com fotos e vídeos também são bem vidas, além de comunicados.



Site

Um site institucional com informações sobre a igreja é indispensável. O site da igreja deve ter endereço, horários de cultos, informações sobre os ministérios, projetos, pedidos de oração, oportunidades para o membro ofertar online, informações sobre o pastor, missionários, etc.



Whatsapp

O whatsapp é uma ferramenta bastante utilizada em nossos dias. É ideal para tornar esse relacionamento virtual mais próximo e manter o contato direto com as pessoas. Divulgar o número para contato, criar grupos estratégicos (como grupo de oração), manter as pessoas informadas sobre a agenda de eventos da igreja, etc. Tudo isso é muito bom! Apenas tenha o cuidado de ter alguém para responder e manter esse relacionamento com as pessoas.



Considerações finais

Infelizmente, poucas igrejas têm presença digital para manter um relacionamento com a comunidade em que está inserida. Uma estratégia de marketing digital bem elaborada ajuda a criar uma imagem de um ministério excelente, o que resulta em atração de pessoas e consequente crescimento da igreja.

Tenha o cuidado de elaborar uma estratégia de marketing equilibrada. Pergunte-se sempre: O que faria Jesus em meu lugar? E não esqueça, o marketing não pode substituir o relacionamento pessoal.



Jesus abençoe o seu ministério!


Conheça nosso e-book “Manual de Crescimento da Igreja

crescimento da igreja


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

crescimento da igreja
Projetos para fazer a igreja crescer são estratégias, baseadas em princípios bíblicos, pelas quais se comunica o Evangelho de Jesus Cristo a toda criatura, com o objetivo de edificar a congregação e lograr o crescimento da igreja local.

Preocupados com o crescimento da igreja, muitos líderes vão em busca de projetos para fazer a igreja crescer. Pensando nisso, listei abaixo 7 projetos que, se implementados sob a liderança do Espírito Santo, trarão crescimento à igreja local.  (Continue lendo)